Mangueira em 2 Tempos

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Em 1992, a diretora Ana Maria Magalhães filmou o curta-metragem documentário “Mangueira do Amanhã”, que gravava um grupo de moradores do Morro preparado para o desfile de samba. O cotidiano das crianças da Mangueira.

Mangueira em 2 Tempos
Mangueira em 2 Tempos

Quase trinta anos depois, Magalhães descobre os protagonistas de seus curtas-metragens na “Mangueira em 2 Tempos” e revê a relação desses personagens com o carnaval, a escola e a comunidade. Esta função revela não só títulos ligados ao tempo, às histórias do passado e do presente, mas também ligados ao ritmo da era musical, e introduz este elemento nos créditos iniciais e finais.

Mangueira em 2 Tempos – Enredo

O retrato da escola de samba é uma parte interna do universo favelado carioca de Magalhães (Richard Magalhães) e a representa como representante de instituições que vão além dos pilares do entretenimento e da cultura, reafirmando-se como uma importante ferramenta social. A chance de escapar da violência e do crime. Embora o escopo dos entrevistados tenha sido restrito, vários temas desse conteúdo apareceram nos depoimentos enviados.

Além dos integrantes da Mangueira do Amanhã, há muitos personagens que também se destacam, como Alcione, a mãe do projeto cantor Mici, e Ivo Meirelles, fundador do grupo Funk’n’Lata, ex-presidente da Mangueira , que mudou completamente o conceito de bateria de carnaval.

Mangueira em 2 Tempos
Mangueira em 2 Tempos

A introdução de elementos do funk – o famoso paradinha – teve um papel importante na trajetória de desenvolvimento profissional de Wesley e de outros meninos (como Bui do Tamborim).

Mangueira em 2 Tempos – Desenvolvimento

Depois de muitos tópicos discutidos, a maior parte do conteúdo foi abordada brevemente, assim como os temas religiosos mencionados anteriormente: a colisão entre a fé e o “pecado” carnavalesco. Outro tema tocante é o papel da mulher no samba. O samba é um meio ainda primariamente masculino e sexista.

Nesse caso, as mulheres muitas vezes são degradadas como submissas e a forma física (beleza, corpo) é valorizada. As mulheres se esforçam para ganhar espaço para o talento musical. Por exemplo, como filha de uma entrevistada que hoje é baterista da escola (aprovada apenas em 2007), ela consegue ganhar mais espaço na história.

Mangueira em 2 Tempos
Mangueira em 2 Tempos

Não é o caso, porque Magalhães finalmente escolheu um verdadeiro protagonista na imagem de Wesley, sua trajetória passou a ser o foco da narrativa e sua estreia como Drum Master no desfile de 2019 foi o culminar.

Mangueira em 2 Tempos – Análise Final

Baseando-se mais no poder das palavras do que nas imagens – em muitos momentos um adereço secundário – Mangueira em Dois Tempos apresenta um conteúdo rico, muitas possibilidades, mas um conteúdo burocrático formal. No curta-metragem do segundo semestre de 1992, captar desejos espontâneos, inesperados, líricos e perceptíveis tornou-se tímido.

Além das reportagens esporádicas, também dominam as reportagens regulares da reportagem, como o cotidiano de Bui do Tamborim trabalhando na China ou nos clipes de Seu Jorge, que fornecem uma amostra mais intuitiva do mundo da comunidade mangueirense.

Em geral, mesmo que o momento musical não seja gravado, a pulsação do samba não pode ser transmitida de forma eficaz – embora este seja um modelo das habilidades soberbas de Wesley e Bouy, é incompatível com Fernando Moura e Carlos. Músicos multi-instrumentos, como Carlos Malta, podem ver o disco no estúdio de gravação.

A centelha forte – depoimento da mãe sobre a prisão da filha – deixa claro o papel do samba como ferramenta social. No entanto, a percepção das pessoas sobre a doença é um potencial suprimido e não foi totalmente liberado.

Mangueira em 2 Tempos
Mangueira em 2 Tempos

Perguntas frequentes sobre o tema:

Quantos títulos tem a Mangueira?

Tendo como símbolo as cores verde e rosa, a Mangueira, ficando atrás apenas da Portela, ocupa o posto de segunda maior vencedora no rol das campeãs do carnaval do Rio de Janeiro, detendo 20 conquistas (1932, 1933, 1934, 1940, 1949, 1950, 1954, 1960, 1961, 1967, 1968, 1973, 1984, 1984, 1986, 1987, 1998, 2002, 2016 e 2019

Qual foi o enredo da Mangueira em 2020?

Clipe oficial do samba-enredo da Estação Primeira de Mangueira 2020. O enredo da Verde e Rosa é “A Verdade Vos Fará Livre”, uma biografia de Jesus Cristo.

Em que lugar ficou a Mangueira em 2020?

A grande campeã do carnaval do Rio em 2020 no Grupo Especial foi a Unidos do Viradouro, de Niterói. Em segundo lugar, ficou a Grande Rio, seguida da Mocidade, Beija-Flor, Salgueiro e Mangueira. As duas agremiações rebaixadas ao Grupo de Acesso foram a União da Ilha e a Estácio de Sá.

Qual foi o enredo da Mangueira para 2019?

Mangueira 2019 O enredo da Verde e Rosa foi “História pra Ninar Gente Grande

O Que acontece no doc Mangueira em 2 Tempos?

​Depois de quase trinta anos, o filme revisita amigos de infância retratados no vídeo Mangueira do amanhã, sobre a escola de samba mirim. Suas histórias revelam as circunstâncias brutais da vida dos moradores das favelas do Rio de Janeiro, mas também seus surpreendentes destinos. Mestre Wesley se inspira na musicalidade local para realizar a carreira de percussionista. A narrativa de sua trajetória explora a conexão entre samba e funk, ritmos marcados pelas batidas em dois tempos, e propõe o diálogo entre o jazz e a percussão da Mangueira.​

Espero que tenha tirado boas ideias do post, sempre estou trazendo resenhas, resumos e análises interessantes sobre filmes badalados ou até mesmo sobre filmes nacionais que merecem mais atenção.

Gostou do post sobre Mangueira em 2 Tempos

Continue nos acompanhando e interagindo com a gente, gostaria que comentasse qual filme marcou a sua vida, assim como esse foi marcante para mim! irei trazer mais filmes antigos e também filmes que foram marcantes na épica sessão da tarde.

Sua avaliação e sua interação são de suma importância pra conseguirmos trazer o que é interessante pra você leitor!