No episódio anterior de The Walking Dead, foi difícil para o espectador, acostumado com um Rick machão e aventureiro vê-lo completamente impotente e entregue à servidão de um inimigo que havia matado seus companheiros. No novo episódio, vemos a situação mais detalhada do pessoal de Hilltop. Seu líder, Gregory, é um sujeito covarde e safado que não hesita em negar cuidados a uma mulher grávida. Será?

Goregory achou que ia ser fácil mandar uma grávida doente embora. Gregori tomou uma no queixo pra ficar esperto.

Goregory achou que ia ser fácil mandar uma grávida doente embora. Gregory tomou uma no queixo pra ficar esperto.

Você já deve ter ouvido fósseis como eu falar de O Cavaleiro das Trevas. O gibi, não o filme. O Comissário Gordon nos ensina alguma coisa sobre o peso das decisões de um líder.

toobig2Você não entende o que isso tem a ver com uma série sobre mortos-vivos? Talvez um dia entenda.

Voltando à vaca fria, eu estava sentado confortavelmente no meu sofá com uma lata de cerveja gelada na mão pensando justamente o quanto aquele Gregory é um safado e um covarde por não querer enfrentar os Salvadores e tudo aquilo o que representam. Foi aí que comecei a me questionar se, no lugar dele, não faria a mesma coisa. Quando você sabe que não tem chance de vencer e a vida de cada homem, mulher e criança sob o seu comando depende do que você vai dizer a seguir, a coroa fica muito pesada.

Ai, Jesus!

Ai, Jesus!

É por isso que, apesar de Jesus ser bem intencionado, quando Maggie pergunta a ele se não deveria liderar Hilltop, ele diz que não é muito a dele. Afasta de mim este cálice, meu reino não é deste mundo, deixo a César o que é de César, e aquela coisa toda. A moça valente e com sede de vingança ainda está com sua perda pessoal muito próxima, assim como Sasha, e também está pensando no mundo que deixará para a criança que espera. Os três, decididos a acabar com o reino de terror de Negan, resolvem partir para a ação.

Carl também está determinado a agir. Ele cresceu nesse mundo caótico e acredita que, se algo está fora do lugar, cabe a ele tomar a iniciativa de consertar a situação. Enquanto Enid só quer evitar construir um relacionamento, que nesse mundo novo pode acabar a qualquer instante, ele procura se aproximar dela.

Não é lindo esse mundo pós-apocalíptico?

Não é lindo esse mundo pós-apocalíptico?

Mas voltando ao Gregory, não ajuda muito que ele é um escroque que só pensa nele mesmo. Não dá pra gostar do cara, ele é escrito para não ser gostável, mas até que dá para entender o que se passa na cabeça dele e de Rick ao se submeterem a Negan. O acordo, no entanto, não parece ser sustentável a longo prazo, já que alguns preferem morrer de pé a viver de joelhos. Este morno episódio, ainda que esteja na fase de desenvolvimento da temporada, começa a demonstrar uma reação dos sobreviventes.

Nota: 6,0 namoricos adolescentes.